Observação de aves e Ciência Cidadã
25 de outubro de 2018

Das mais de 10.000 espécies de aves existentes no mundo, cerca de 1.900 vivem no Brasil. No entanto, apesar dessa enorme riqueza, a observação de aves no Brasil é algo recente quando comparado a outros países. Os primeiros clubes de observadores de aves surgiram nos anos 80. Enquanto nos EUA, por exemplo, onde existem cerca de 858 espécies, há registros de observação de aves desde 1901 e mais de 70 milhões de observadores.

No último seminário do CSRio, o biólogo ornitólogo Prof. Dr. Henrique Rajão falou sobre o papel da observação de aves na Ciência Cidadã. Para ele, os observadores de aves contribuem, por exemplo, com as unidades de conservação na elaboração de listas e registros de novas espécies; integração com a comunidade do entorno; divulgação das UCs; estímulo da conservação e monitoramento de longo prazo, o que contribui para os planos de manejo.

Ciência Cidadã é uma “parceria entre amadores e cientistas na coleta de dados em uma grande escala geográfica e ao longo de um grande período de tempo, documentando padrões ecológicos e tendências populacionais” (Bonney et al., 2009).

< Anterior Próximo >
Voltar para Notícias